Artigos‎ > ‎

Mais uma esperança para a calvicie

Publicado a 08/09/2011, 06:18 por Ana Sofia
Investigadores da Universidade de Yale nos Estados Unidos deram mais uma esperança para o combate à calvície.
 
Esperanca para a calvicie - Saude dos Cabelos
Estes cientistas descobriram a fonte de sinais que desencadeia o crescimento dos cabelos, uma nova visão que pode levar a novos tratamentos.
De forma simples e abreviada concluíram que eram as células de gordura responsáveis pelos sinais necessários para estimular o crescimento capilar. Um dos professores responsáveis pela publicação da investigação na revista Cell acredita que se for possível estimular estas células de forma a produzirem as mensagens que despertam as células adormecidas na base dos folículos pilosos, o cabelo voltará a crescer.
Os homens que sofrem de queda de cabelo devido a factores hormonais, o tipico padrão masculino, continuam a ter as células nas raízes capilares, mas estas perderam a capacidade de regeneração.
O que os cientistas notaram foi que quando os cabelos morrem a camada de gordura à sua volta e que é responsável pela espessura da pele diminui. Quando o crescimento é retomado a camada de gordura expande-se e cresce novamente.
 
Algumas evidências de crescimento capilar associadas à aplicação de alguns óleos no couro cabeludo podem de facto estar associadas a esta nova investigação, nomeadamente aos:
  • Óleo de coco;
  • Óleo de Emu, um óleo obtido a partir da gordura desta ave australiana e com propriedades anti-inflamatorias muito usada na cultura aborígene;
  • Óleo de Rosmaninho, existem muitas loções capilares em cuja composição entram alguns óleos essenciais como o de rosmaninho, talvez a loção mais mediática e com alguns resultados satisfatórios seja a escocesa.
São de facto boas noticias para quem sofre de queda, contudo muitos destes estudos não conduzem a efeitos práticos, e este último foi realizado em ratinhos, falta agora ser testado em humanos para continuarmos a acreditar que de facto existe uma nova esperança para o combate à calvície.
Comments